sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Pensamento do dia:

SOFRES MAIS QUANDO CORRES OU QUANDO NÃO SAIS PARA CORRER ?

segunda-feira, 21 de julho de 2008

4ª Maratona do Sado

Já tem data a próxima maratona que iremos participar ( o mais certo é ir só eu...) será um reviver destas emoções:

http://maniacosdopedal.blogspot.com/search?q=maratona+do+sado

http://www.cegonhasdosado.com/

Participámos na 2ª Maratona, eu o Marco Monte e o Sandro nos 100 Km, e o Pedro e o Marco Silva nos 60 Km.

Desta vez será a 11 de Outubro a 4ª prova desta Maratona, ainda não há mais dados, mas assim que houver coloco aqui, quem pensar ir reserve o dia todo, porque estas coisas é para durarem o dia todo.

Quem quiser ir diga alguma coisa, ainda há tempo para treinar...

Por falar em treinar, quem quiser ir comigo e com o Marco pode começar, é que para o ano vamos participar nas 24 horas de Monsanto, em principio a solo...

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Boas,
Vejam este video, a ultima parte do nosso grande Guarda Redes Ricardo, está demais...

http://ww1.rtp.pt/multimedia/?tvprog=23711&idpod=15244

quinta-feira, 12 de junho de 2008

E um jogo de Futebol?

Boas, a malta dantes fazia umas partidas de futebol ao fim de semana... mas depois começou a passar o vicio, e acabou-se com isso.
Mas e se a malta num fim de semana destes fosse dar uns toques?
Alguem alinha?

quarta-feira, 21 de maio de 2008

terça-feira, 20 de maio de 2008

A subida mais temida...


Esta é a subida mais temida aqui para os nossos lados...

Pelas minhas contas tem perto de 36% de inclinação.

Pedreira de Sesimbra, já houve quem lá fosse, mas subir a pé não conta...

PS. já é dificil subir aquilo, mas chegar lá a cima e encontrar este gajo... video

domingo, 27 de abril de 2008

Pensamentos...

Todos tentam realizar algo grandioso, sem reparar que a vida se compõe de coisas pequenas.
(Frank Clark)

Aquele que desperdiça o dia de hoje, lamentando o de ontem, desperdiçará o de amanhã, lamentando o de hoje.
(P.Raskin)

Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro, e depois perdem o dinheiro para a recuperar. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente, de tal forma que acabam por nem viver no presente nem no futuro.
Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se não tivessem vivido...

Possuis apenas aquilo que não perderás com a morte; tudo o mais é ilusão.

Reza, mas não deixes de remar para a margem.
(Provérbio russo)

terça-feira, 15 de abril de 2008

Srp160

A aventura dos 160 começou logo a fazer estragos nos meus nervos na Sexta Feira dia 11...
A poucas horas de ir buscar o Marco para irmos pernoitar em Figueira dos Cavaleiros, comecei logo ( talvez pelos nervos ) a bater com o carro, mas antes isso que partir uma perna.
Fui à Bike Zone comprar um pneu novo ( maxxis larsen TT 1,90, que grande pneu... ) e ao montar o pneu deixei a pastilha do travão de trás a roçar no disco, na minha boa fé - "...amanhã arranjo isto com calma..." pois...
Já em Figueira dos Cavaleiros dormir foi mentira, eram 00h20 quando a malta foi dormir e o despertar estava para as 5h50m, escusado será dizer que os nervos que tinham atacado o Marco na véspera, atacaram-me a mim nessa noite, dormir começou a ser uma aventura, e vá de pedaler a noite toda...
Dia 12, lá fomos nós mais o amigo Carlos ( amigo do Marco lá da Figueira ) direitos a Serpa.
Já no local do secretariado tentei encontrar umas anilhas ( para meter na bomba do travão para esta não roçar ) mas sem exito... eu e o Marco para vermos como estava a minha bike, levantamos a roda e o Marco tentou rodar a roda à mão, nem uma volta deu... claro que comecei a ficar desesperado, mas logo de seguida é anunciado que faltam 3 minutos para a partida, e eu olhei para o Marco e disse muito ciente do que ia fazer, eu vou assim... o Marco nem resposta me deu...
Dada a partida começamos por dar uma volta à Vila que não contava para os Kms, depois foi um mar de emoções a vir ao de cima, habituado a rolar em talega e perceber que nem força tinha para descer em talega... mas lá fui, sempre nas calmas e a gerir o meu esforço e adrenalina, é que desta vez não me podia picar com ninguem nas subidas, e devia ser o unico a desejar que não houvessem muitas descidas, é que travão de trás, estava lá mas não era o mesmo ( só tinha o da frente para travar...).
Chegado ao primeiro abastecimento ( Km 21 ) sentia que o dever até ali estava cumprido, restava lutar até chegar ao próximo abastecimento que desta vez era ao Km 64, a minha preocupação era chegar lá porque pensava que havia assistência técnica, neste espaço de um abastecimento ao outro devo ter rodado quase em ultimo lugar.
Chegado ao Km 84, que era onde estava a assistência e já convencido que se não resolvesse o problema a minha prova ficava por ali que já não tinha mais força para fazer a outra metade da prova, ainda me fartei da rir... o Sr que lá estava ao ver que a roda não rodava, disse-me em alentejano puro: atão como é que você chigou aqui???? Ó ( naõ me lembro o nome ) olha lá como este veio????, mas lá me resolveu o problema, que passou por desapertar a bomba do travão e seguir com a bomba quase solta, mesmo assim o raio do travão conseguia travar quando solicitado.
Depois de estar um pouco na conversa com pessoal que estava lá parado, lembrei-me que a próxima paragem era num controlo e tinhamos que lá estar antes das 15h, eram 14h02 e pelo que eles diziam faltavam 24 Km rolantes, e para mim esses sim foram rolantes... só a sensação de apanhar uma ligeira inclinação e poder levantar-me e parar de pedalar para rolar sem esforço, coisa que até ai era impossivel porque se não fosse muito inclinada a bike parava ao fim de 2 a 3 metros.
Cheguei ao controlo às 14h46m passei nesses Kms 14 companheiros do pedal, depois foi fazer a prova a recuperar posições e a tentar poupar um pouco as pernas do esforço que fiz até aos 84, mas a adrenalina não deixava e cada vez que via alguem lá à frente lá tinha que tentar apanhá-lo... ao Km 116, o famoso furo da ordem, que me fez perder algum tempo e lugares, mas ainda consegui recuperar alguns até à meta.
Apesar de tudo adorei a prova, acho que o mais dificil é a parte psicológica, são muitos Kms e no meio há muita quebra de forças e pensamentos negativos, fiz os 168 Km quase sempre sozinho, tirando os ultimos Kms que rolei com um companheiro que rolou comigo e ainda trocamos umas conversas...
Não posso deixar de salientar a magnifica prova do Marco ( esse verdadeiro Animal ) terminou perto das 16h30m, grande prova...
Eu terminei às 19h20m ( 40m antes do limite estipulado pela organização ), foram 10h 20m a pedalar... ontem estava a pensar... e as 24 Horas??? mas isso fica para depois...
O que fica para a história:
- Consegui terminar
- Bebi 5,5 litros de àgua e 0,75L de bebida isótonica ( eu que bebo pouca àgua )
- Comi 7 bananas
- 4 barras energéticas

Lembrei-me várias vezes desta frase do amigo Sandro:

" Nada é impossível "

sábado, 12 de abril de 2008

Compadre Blito e os 160

Hoje é o dia D para o Compadre Blito - 160Km não é todos os dias que se faz, a não ser de carro. Por isso este post para dar força ao nosso amigo que anda lá fora a lutar para que o BTT não fique apenas como uma modalidade "Domingueira".
Força Compadre!

sábado, 22 de março de 2008

...e Alvalade - Porto Côvo - Alvalade?????

Bem amigos, as inscrições estão abertas...
Vocês devem-se perguntar... "mas se ninguem lhe responde porque é que ele insiste?" é que meus caros, eu nunca DESISTO, e vou fazer de alguns de vocês uns verdadeiros Bttistas, de alguns porque outros já não há nada a fazer...
Eu quero estar presente este ano, mas claro, não quero ir sozinho...
A data está escolhida, 18 de Maio, a inscrição são 10€ ( dois pequenos almoços...)

http://www.btt.fc-alvaladense.pt/

Fico a aguardar...
PS. Paulo a malta ai do Algarve não alinha?

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

A minha Bike está pronta...

Boas,

Depois de há alguns meses atrás ter decidido que iria montar a minha Bike à minha maneira e com o material que eu queria, e que não gostaria de ir para a serra e ver 30 bikes iguais à minha...
Passados estes meses e algumas indecisões na compra do material, o que nem sempre é fácil, porque há muito por onde escolher, mas os € não esticam, apesar disso acho que acabei.

A partir daqui será só trocar uma peça ou outra por desgaste, mas em principio está feito.
Aqui fica uma foto de como ela está, só para dar uma ideia, ainda não foi ao mato mas assim que for tiro e meto aqui.



A minha Bike é esta:
A joia da coroa...

Equipamento:

Quadro: Ridley Tiger
Pedaleira: XT de 2008
Cassete: XT de 2008
Corrente: XT de 2008
Aros: Mavic XC 717
Cubos: LX
Raios: DT Swiss 2.0
Desviador traseiro: XT de 2007
Desviador dianteiro: Deore
Guiador: FSA Carbon Pro
Avanço: Ritchey WCS
Caixa de direcção: Acros
Travões: XTR de disco 180/160
Suspensão: FOX F100 RLC 2008
Selim: Selle Italia
Espigão do selim: 4ZA Carbon
Pedais: Crank Brothers Egg Beater C
Pneus: Hutchinson Buldogg Air Light

PESO DA BIKE: 11,400 Kg

...e a minha bike está montada, foi um sonho, agora é de facto uma realidade...